Críticas

CRÍTICA – Jogador N°1

Inspirado em um jogo de realidade virtual chamado, OASIS, no ano de 2044, Jogador N°1, divide-se entre entreter o público, diretamente aos apaixonados por games e apontar para um futuro aonde a tecnologia ganha cada vez mais espaço. Recheadas de reviravoltas e com efeitos especiais bastantes precisos de uma forma que, quem assiste se sente realmente dentro de um jogo.

Acompanhamos a vida de Tye (T.J. Miller) ,mais conhecido como o jogador Parzival, em um futuro distópico, alimentado pelo desejo de encontrar o tesouro perdido na OASIS, deixado pelo seu fundador. A partir daí, seus amigos e a população se colidem em uma outra realidade cheias de aventuras e perigos. Buscando não só pelo óbvio que o game propõe mas em também artimanhas e perspicácia para o jogador que deseja encontrar o tesouro.

O ponto alto do longa se dá pelos efeitos especiais, extremamentes realistas e com uma paleta de cores que remete a um mundo moderno e futurístico. Em meio ao foco central do game, diversas referências a cultura pop foram abordadas, que por diversas vezes, possuía um jogo dentro do próprio OASIS, gerando divertidos acontecimentos que fogem do padrão. Todas as referências a cultura pop ditas, em sua maioria foram de uma forma cômica, sem contar com a hilária referência à O Iluminado de Stephen King. A relação de amizade entre Tye e seus companheiros, dentro da OASIS e mais tarde, quando se conheceram no mundo real, geraram dramas bem explorados e significativos para diversas decisões do grupo que combatem uma megacorporação que desejam tornar a OASIS para si.

Focado em diversas cenas de luta, a direção de Steve Spielberg, desde os primeiros momentos trouxe diversas tomadas entre as realidades paralelas de modo que não haja uma confusão e dosa passo-a-passo os momentos certos para cada reviravolta acontecer. Para os amantes de games, Jogador N°1, propõe uma divertida história que fazem se identificar e para os leigos no assunto uma oportunidade para se aventurar em uma realidade desconhecida.

Avaliação: ⭐⭐⭐⭐

Categorias:Críticas

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s