CRÍTICA | Han Solo – Uma História Star Wars

Assistimos o novo spin off de Star Wars.
Han Solo: Uma História Star Wars”, uma nova aventura com o mais amado fora da lei da galáxia. Emousadas aventuras no submundo do crime, Han Solo faz amizade com o seu poderoso futuro copiloto Chewbacca e conhece o famoso jogador Lando Calrissian, em uma jornada que irá definir o curso de um dos heróis mais improváveis da saga Star Wars.

Fui assistir com pouca esperança e empolgação, ainda mais depois das famosas notícias de dentro set de que o filme seria um fracasso, não criei muita expectativa para o mesmo mas de qualquer forma posso dizer que foi um acerto para o universo de Star Wars.

O filme começa de forma passiva e pode se dizer que demora para “pegar”, as cenas com mais peso são com a Millennium Falcon porém a trama não é recheado delas. Ele também tem seu tom certo todo o tempo, é um filme sobre um fora da lei e seus coadjuvantes também são, então você tem isso o filme inteiro, roubo, enganação e jogos de azar também se fazem presentes deixando o tom se distribuir ao decorrer do filme, sem a presença direta de outros elementos que consideravamos importante para a franquia, concordando sim com isso pois o filme se trata da origem de um personagem, não vendo necessidade de muitos destes elementos.

Não é um filme com grandes atuações nem grandes acontecimentos, porém tem boas reviravoltas, alguns personagens MUITO cativantes e algumas surpresas que ao meu ver manteve a essência de Star Wars viva no filme. O vilão não e nada memorável e passa despercebido as vezes, não tem nada de especial. Eu posso dizer que ele é um dos mais diferentes da franquia, eu achei uma experiência ótima assistir sobre a história de Han e como ela é integrada a esse universo.

Mesmo com isso diria que o filme não se basta em um todo. Tem cenas engraçadas e poucos empolgantes e para um filme de uma franquia de peso como essa, “Han Solo” foi um dos seus fracos. Adorei o filme, como grande fã da saga eu realmente achei um acerto mesmo sendo um filme bem leve e, novamente, passivo.

7.5🌟

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Site hospedado por WordPress.com.

Acima ↑