CRÍTICA | Homem-Formiga e a Vespa

Mais uma dose de diversão do Marvel Studios.

Fomos convidados a ver o mais novo filme da Marvel, Homem-Formiga e a Vespa que estreia dia 5 Julho. Nossa expectativa para os filmes do UCM são sempre boas e nessa não foi diferente.

Do Universo Cinematográfico Marvel chega um novo capítulo que apresenta heróis com a impressionante habilidade de encolher: “Homem-Formiga e a Vespa”. Depois dos acontecimentos de “Capitão América: Guerra Civil”, Scott Lang precisa lidar com as consequências de suas escolhas como super-herói e pai. Ainda se esforçando para equilibrar a vida pessoal com suas responsabilidades como Homem-Formiga, ele é procurado por Hope van Dyne e Dr. Hank Pym para uma nova missão urgente. Scott deve vestir o traje mais uma vez e aprender a lutar ao lado da Vespa quando o time se reunir para descobrir segredos do passado.

A “Fórmula Marvel” continua firme e forte e a prova disse é este filme, que é pura essência Marvel/Disney. A trama deixa bem clara que ela começa depois do filme “Capitão América: Guerra Civil” e trás um pouco mais sobre o que aconteceu com os heróis que não vimos em “Vingadores: Guerra Infinita”. O filme mostra o Scott Lang com a mesma personalidade de sempre e com uma vida não muito diferente do usual, engraçado e sorrateiro como sempre, mesmo que o filme seja para introduzir a outra protagonista, Vespa, posso dizer que os 2 tem espaços iguais no filme, apesar da trama envolver mais Hope e sua família. Todos os personagens permanecem ao mesmo tom do primeiro filme, que aponto com um aspecto positivo.

A Vilã Ghost também diria que é um ponto forte do filme também, ela trás um ar pesado para a história, pois o filme é bem alegre e divertido, que equilibra a trama até o fim. Ava é uma vilã desesperada pela cura de algo que ela não consegue controlar, causando medo e confusão em sua cabeça. Foi lindo ver ela em ação com seu belo traje e poderes também, porém achei o final de seu arco bem passivo e diferente do que a Marvel costuma fazer, mostrando que ela não é a única antagonista do filme.

A trama, assim como o filme, é bem simples, com ótimas cenas de ação, belos efeitos em câmera lenta e risos garantidos em 100%, vindo da maioria dos personagens.

Como consideração final, o filme é tão bom quanto o primeiro. A primeira cena pós-creditos tem grande influência para esse universo deixando uma GRANDE incógnita para o futuro dos personagens (?)*. Atuações estão no ponto mas não diria que é um filme memorável para o Universo Cinematógrafo Marvel, é mais um filme de super-herói tendo a base em comédia, não que isso seja um problema, nada no filme é forçado, a diversão é leve que me deixou ser levado até o fim da história e sair satisfeito.

É o tipo de filme com final (quase) feliz…

*(quando verem o filme vão entender esse ponto de interrogação)

Nota 7 🌟🌟🌟

Obrigado Walt Disney Pictures Brasil pelo convite.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Site hospedado por WordPress.com.

Acima ↑