CRÍTICA | Venom

Venom é Eddie. Eddie é Venom … mas isso não significa muita coisa.
Tom Hardy interpreta Eddie Brock no filme inspirado nos quadrinhos do herói Homem-Aranha. Brock é dominado por uma criatura simbionte alienígena e se transforma num vilão com muito poder e pouco controle.

Com mais comédia em destaque “Venom” é esta longe de ser um filme de suspense ou algo que seja relativo a tenebroso ou sinistro. O filme tem uma historia fraca e desinteressante, com atuações nada destacaveis ou cenas que valem chamar sua atenção.

A relação entre eddie e Venom é como de um cachorro e seu dono apesar de que no decorrer do filme você não saber mais quem é quem, e as cenas de comédia estão ligada a esses momentos somente, eu diria que nem as cenas de ação dão destaque ao filme. Os personagens não são desenvolvidos em nenhum ponto, seus objetivos não estão claros sem falar que tudo acontece muito rapido nos primeiros 10 minutos de filme.

O filme não disperta interesse sobre o universo em que Venom vive, nem pelo que faz a diferença dele na terra, a unica cena que diria que é interessante e destacável esta no pós-créditos que deixa uma grande abertura para a sequência, que mesmo assim, ninguém pediu.

“Venom” não é interessante, nem importante, nem memorável, só diria que é engraçado quando deve ser.

Nota: 2

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Site hospedado por WordPress.com.

Acima ↑