Notícias

5 heróis que carregam símbolos patrióticos

O forte nacionalismo sempre foi uma característica nos Estados Unidos. Como uma empresa estadunidense, a Marvel coleciona alguns heróis que são símbolos desse costume [e por outros contextos interessantes também]. Por isso, selecionamos cinco heróis que fazem parte dessa história. 

 

Capitão América

Reprodução/Acervo/Marvel

Capitão América (Steve Rogers)

É o mais famoso e um dos personagens mais queridos do universo Marvel em todas as suas mídias. Ele foi criado para ser um símbolo patriótico (inclusive, deram como sua data de nascimento o 4 de julho – dia da Independência dos EUA). Depois de participar de um experimento com o objetivo de criar um exército de Supersoldados, o menino Steve se tornou o Cap que conhecemos. Ele foi usado como arma do país para lutar contra as potências do Eixo na 2ª G.M. A bandeira está em seu uniforme e seu escudo é quase uma metáfora que remete a um Estados Unidos indestrutível. 

 

America Chavez

Reprodução/Acervo/Marvel

Miss America (America Chavez)

America não nasceu nos Estados Unidos, na verdade ela vem de outro planeta, mas chegou no país ainda bem nova. A heroína também usa as cores da bandeira no traje, mas tem um visual mais despojado, bem mais a cara de uma jovem heroína da parte mais contemporânea do Universo Marvel. Além de tudo, a personagem é um grande símbolo representativo por ser negra e lésbica, mostrando uma nova configuração de poder e voz ativa na sociedade. 

 

Patriota

Reprodução/Acervo/Marvel

Patriota (Elijah Bradley)

Elijah tem uma mistura de sangue heróico com mutação. Isso porque seu avô Isaiah Bradley foi um dos primeiros a participar do programa de Supersoldados, quase como um primeiro Capitão América ou uma outra versão dele. Na verdade, Elijah ganhou seus poderes através da MGH (droga que dá poderes mutantes – e é ilegal, claro) mas logo depois recebeu os poderes do avô através de uma transfusão de sangue. 

 

Capitã Marvel

Reprodução/Acervo/Marvel

Capitã Marvel (Carol Danvers)
Carol é um grande símbolo feminino no Universo Marvel (Comics e Cinematográfico). Sua história, principalmente a versão mais conhecida escrita por Kelly Sue DeConnik, é toda baseada na força feminina e em como ela pode ajudar a mudar diferentes partes do mundo. A Capitã não só é considerada a heroína mais forte de todos como também exerce um papel importantíssimo em sua vida pessoal sendo Capitã da Força Aérea dos Estados Unidos. 

 

Sam Wilson

Reprodução/Acervo/Marvel

Capitão América (Sam Wilson)
Sam recebeu o escudo de Steve Rogers e se tornou o novo Capitão América. No Universo Cinematográfico Marvel isso é recente, mas nos quadrinhos não é. Ele tem uma relação sociocultural muito forte com esse uniforme por suas histórias serem publicadas em um momento de grande tensão racial e política nos Estados Unidos (o movimento Black Lives Matter e as eleições presidenciais de 2016). A sua primeira parte do arco já começa abordando questões em torno da imigração e seus complexos processos. 

 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s