Resenha | Homem-Formiga: Inimigo Natural

Conheça Scott Lang. Ex-vigarista, pai solteiro e Homem-Formiga nas horas vagas. Ao lado de sua filha, Cassie, Scott encara uma nova vida em Nova York e está determinado a fazer com que tudo dê certo: Cassie estuda numa boa escola, ele tem um emprego estável e, finalmente, sente-se pronto para engatar um novo relacionamento. Apesar de ter as melhores intenções, Scott não consegue manter-se longe dos holofotes – ou das lentes de aumento –, e não vai demorar muito para que sua nova vida desmorone. Quando um antigo cúmplice da época de crimes vai a julgamento, pai e filha veem-se às voltas com guarda-costas enviados pelo governo a fim de protegê-los. Scott acha isso desnecessário, mas ele desconsidera algo de fundamental importância: o fator adolescência. Quando a situação aperta para o lado de Cassie, Scott não hesita em trazer à tona o poderoso Homem-Formiga (sem ironia).Mas o que esse vilão realmente deseja? Scott e Cassie talvez estejam lutando contra algo muito maior do que eles imaginam. O premiado autor Jason Starr traz aos fãs uma história inédita, repleta de desespero, segredos e grandes aventuras de proporções microscópicas!

Homem-Formiga é de longe um dos meus personagens favoritos do universo Marvel. Na história de Inimigo Natural, o herói é adaptado por Jason Starr que vai abordar a história de Scott Lang desde momentos de presidiário a sua vida atual com sua filha adolescente Cassie. Tudo estava seguindo seu ritmo, Scott ia em dates do Tinder e seu jeito transparente e solidário (principalmente com as formigas) acaba assustando alguns e isso é um dos alívios cômicos do livro.

Tudo em sua vida entra em risco quando um antigo conhecido da cadeia está à solta e o governo decide protegê-lo e sua filha pois ele seria o próximo em uma lista de vingança. Partindo daí ninguém menos que o Homem-Formiga deve tomar as rédeas e ele vai fazer o que for possível para manter a segurança de sua família.

A escrita de Starr traz muito da essência do personagem dos quadrinhos e ele transporta momentos das histórias em quadrinhos de uma forma muito boa. Porém, a história em si não tem uma construção muito forte e sua conclusão não é diferente. Considerei o livro uma história até legal do Homem-Formiga, mas com nada demais e totalmente esquecível.

Lang tem um tom de sarcasmos incrível e abordar este com sua ex-esposa e sua filha é algo divertido, mas não é o suficiente para sustentar toda a história. Seu plot final também pode-se dizer que é muito previsível, então se tourou o golpe final para o livro. Inimigo Natural é um daqueles livros sessão da Tarde que te dão um entretenimento por alguns momentos e você leva o básico dos personagens com você após a leitura. 

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Site hospedado por WordPress.com.

Acima ↑