Como o Homem-Aranha chegou até o Universo Cinematográfico Marvel

Recentemente tivemos a notícia que o Homem-Aranha sairia do MCU, mas você sabe como ele chegou lá?

Pode parecer loucura, mas em meados dos anos 90 a Marvel já esteve a beira da falência. Devido a algumas decisões equivocadas, a marvel começou a se afogar em divididas, e teve que fazer dinheiro imediatamente, foi então que para sobreviver, eles tiveram que vender os direitos cinematográfico dos seus principais personagens em troca de dinheiro, e assim o Homem-Aranha foi vendido para a Sony Pictures por apenas 7 milhões de dólares.

(📷 Sony Pictures/Reprodução)

A trilogia Homem-Aranha do Sam Raimi rendeu 2,5 bilhões, e fez mais sucesso do que se estava esperando, tendo em vista que na época filmes de super-herói eram vistos com maus olhos. Mas depois do terceiro filme as coisas começaram desandar.

A Sony queria um quarto filme, e queria que ele tivesse mais vilões e cenas de luta, já o diretor dos filmes do Homem-Aranha, Sam Raimi, queria o filme focado em um só vilão, com uma história amarrada como foi nos dois primeiros filmes. Então por esses motivos Sam saiu da direção do filme, e com a sua saída, Tobey Maguire também saiu da produção. Dando a Sony nenhuma opção além de rebootar o Homem-Aranha.

(📷 Sony Pictures/Reprodução)

Esse Homem-Aranha não conseguiu se um grande sucesso como os filmes do Sam Raimi foram, mas conseguiu em dois filmes introduzir vários conceitos, como por exemplo, Sexteto Sinistro, que no próximo filme teria mais vilões ainda, e que os pais de Peter foram espiões. O que acabou sendo muito material para pouco filme.

Kevin Feige (presidente do Marvel Studios) já tinha muitas coisas pra se preocupar com o MCU nessa época, mas pelo ser amor pelo herói aracnídeo, ele quis ajudar a resolver os muitos problemas que o Homem-Aranha do Andrew Garfield tinha. Entre as notas que o Kevin enviou para a Sony estão:

• Fazer o Paul Giamati parecer mais ameaçador.

• Desconsiderar os pais de Peter serem espiões.

• Andrew Garfield chora muito no filme, o que faz ficar difícil se conectar emocionalmente com ele. Tem muito choro.

Como pudemos ver, a Sony não acatou as dicas do Kevin Feige, e o filme só acabou gerando prejuízos estúdio, e com todo esse fracasso em mãos, a Sony achou que Homem-Aranha estava saturado, e o público não queria mais vê-lo, mas não era bem isso.

(📷 Marvel/Reprodução)

Logo após isso, em se abriram as negociações entre a Disney e a Sony para trazer o Homem-Aranha ao MCU.

Termos do acordo

Sony:

1| Produção e custo de 3 filmes solo

2| 95% da bilheteria dos 3 filmes solo seria exclusivamente da Sony

Marvel:

1| Poderia usar o Homem-Aranha no MCU em 3 filmes (podendo escolher do jeito que quiser)

2| Co-produzir os 3 filmes solo

3| Ter 100% do licenciamento e merchandising

4|Ganhar 5% da bilheteria dos filmes solo.

As negociações estavam durando tempo demais, sendo que já estava planejando que o Homem-Aranha fosse um dos personagens importantes na trama do Capitão América: Guerra Civil, mas as negociações foram se arrastando a ponto de trocá-lo pelo Pantera Negra para não atrasar as gravações.

Só que em meio a essa negociação, aconteceu uma coisa determinante para a saída do acordo, o filme A Entrevista.

A Entrevista se trata de uma comédia sobre dois apresentadores de um Talk Show que recebem um convite do líder supremo da Coreia do Norte, Kim Jong-un (que é fã do progama), para vir a Coreia para entrevista-lo. O que acabou irritando a Coreia do Norte e também um grupo hacker chamado GOP (Guardians of Peace), que atacou a Sony e vazou materiais de filmes, e inúmeros e-mails importantes do estúdio, e entre esses e-mails estava a negociação da Sony com a Disney, e assim o processo foi acelerado e o Homem-Aranha estava finalmente “de volta ao lar”.

Mas enquanto tudo isso acontecia, as gravações de Guerra Civil já estavam rolando a toda e eles não podiam mais mudar tirar o Pantera Negra do roteiro para inserir o Homem-Aranha.

Foi então decidido que o Homem-Aranha estaria sim em Guerra Civil, mas como uma participação especial. E como isso tinha que acontecer rápido, logo se iniciou a pelo ator que iria interpretar Peter Parker no MCU.

Para essa versão do herói aracnídeo, ele tinha que ser jovem, coisa que nenhum dos filmes do herói havia feito ainda. Rumores começaram rondar o Reddit, e diziam que o ator Asa Butterfield seria o próximo Homem-Aranha, o que acabou não acontecendo.

Mas outro ator que havia feito um teste incrível, acabou se saindo muito bem e foi escolhido para o papel, que é talentosíssimo ator Tom Holland.

Confira o teste do Tom Holland:

Fazendo sua estréia em Capitão América: Guerra Civil, o Homem-Aranha estava finalmente dentro do universo cinematográfico marvel.

Um comentário em “Como o Homem-Aranha chegou até o Universo Cinematográfico Marvel

Adicione o seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Site hospedado por WordPress.com.

Acima ↑