Livros

Resenha | Homem de Ferro Extremis | Vingadores Brasil

Sinopse: Quando Tony Stark tornou-se o Homem de Ferro, ele resolveu usar sua riqueza e poder para fazer do mundo um lugar melhor. Ao revelar sua dupla identidade, tornou-se uma celebridade global de fama sem precedente.Não era o bastante.
A Dra. Maya Hansen, antiga colega de Tony, desenvolve um processo biológico batizado de Extremis, desenhado para reescrever o corpo humano de fora para dentro. Mas o Extremis é roubado e vendido para um terrorista chamado Mallen, o que resulta num sangrento tumulto pela América.
Entra em cena Tony Stark. Mas uma trágica batalha contra as forças de Mallen obriga Tony a compreender: sua armadura é muito lenta, muito primitiva, muito… mecânica. Para manter-se de pé perante as ameaças do século XXI, o Homem de Ferro precisa evoluir. E assim começa uma obscura odisseia dentro do abismo que separa homem e máquina, numa jornada que transformará Tony Stark para sempre.

Este é um dos arcos onde mais se pode ver a evolução de Tony Stark. No contexto que deveria ser abordado em Homem de Ferro 3, os quadrinhos de Warren Ellis e Adi Granov ganharam sua verão em romance de Homem de Ferro Extremis pela editora Novo Século.

Nessa história vemos Tony Stark tendo que lidar com um grande problema desenvolvido por uma colega sua. A Dra. Maya Hansen desenvolve um processo biológico feito para reescrever o corpo humano de fora para dentro, o que lhe torna uma arma poderosa e nas mãos erradas seria ainda mais terrível. Eis que o temível acontece e esta arma cai nas mãos de terroristas e começa toda a jornada de Stark

Marie Javins realiza um trabalho muito bom na adaptação dos quadrinhos. Sua escrita é intensa e bem definida, e todos os elementos principais dos personagens foram muito bem transcritos, porém, um dos problemas do livro creio que não seja por parte da autora, mas sim do desenvolvimento da história original. Toda a trama tem uma boa desenvoltura, mas chegando em determinados momentos se torna cansativa e um tanto frustrante pela fala de elementos no contexto. Somado a isto um final previsível e que não entrega o que era esperado a altura do arco.

Sendo assim, notável toda a evolução de Stark que após fracassar em seu primeiro confronto contra Extremis, percebe que seu poder está inferior e que sua criação possa estar ultrapassada. Em seguida, ter que contornar esta situação e ainda mais lidar com seu ego que está bastante abalado, nosso herói é colocado a prova e Tony como pessoa dá uma grande lição, sendo um dos pontos altos do livro.

Sem muitas expectativas, Homem de Ferro Extremis é um tanto frustrante, mas para aqueles que admiram o herói vale a pena para conhecer mais uma fase de sua história.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s