Críticas

CRÍTICA | Malévola: A Dona do Mal

Por: Gabriel Girão

Malévola: Dona do Mal sem dúvida é uma das grandes apostas da Disney para esse ano. Juntando os fãs da franquia e os fãs de Angelina Jolie, é a receita certa para manter as salas de cinemas cheias em cada exibição do filme.

Walt Disney Pictures/Divulgação

A narrativa dessa vez foca em Malévola, deixando de lado o conto da Bela Adormecida, e Aurora que fica em segundo plano. A princesa se tornou rainha das criaturas mágicas de Moors (como contado no final do primeiro filme) e Aurora é pedida em casamento por Philip (principe encantado, filho do rei dos humanos).

A protagonista dessa vez aparece como uma fada madrinha protetora, uma verdadeira mãe de Aurora que faz qualquer coisa para protegê-la. Malévola vai contra o casamento dos dois, o que já é o suficiente para dar continuação a história. Mesmo se tornando uma criatura boa, as pessoas ainda temem e acreditam que Malévola seja do mal, pela história de Aurora ter se espalhado no reino.

O longa da tudo que as pessoas desejam: a caracterização de Angelina Jolie bem mais trabalhada do que o primeiro filme, com figurinos que mostram uma soberanidade ainda maior para a personagem, que amadureceu ao longo dos anos.

Walt Disney Pictures/Divulgação

Malévola dessa vez demonstra um lado mais sentimental e humano, embora se recuse a conviver com os mesmos. É possível ver a senhora das trevas mais veraneável as ações de Aurora, demonstrando que sua ira e seu poder só são usados para proteger o seu povo.

O narrativa também tem cenas de inclusão social, a estratégia da Disney nesse quesito foi perfeita, já que todos querem ser Malévola e é possível ver diversas pessoas usando as roupas e os chifres da personagem em carnavais e halloweens.

Walt Disney Pictures/Divulgação

A cena final sem dúvida é a que vai fazer os espectadores pularem e vibrarem nas cadeiras do cinema, dando um gostinho de querer assistir o filme novamente que só a Disney sabe dar.

A fotografia dessa vez orna em momentos mais coloridos e momentos mais sombrios, destacando bastante a senhora das trevas em cenas com mais cores, diferente do primeiro filme.

A última cena do filme sem dúvida vai arrancar algumas lágrimas dos fãs e vai captar quem assistia a franquia apenas como um admirador. Malévola, dona do mal sem dúvida é um bom filme para se assistir mais de uma vez, em qualquer faixa etária.

🌟🌟🌟🌟

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s