Resenhas

Os 5 melhores arcos do Homem-Aranha

Nós temos um bando de histórias do Homem-Aranha para falar sobre. Algumas que praticamente revolucionaram o caminho de arcos da Casa das Ideias, pelo fato de ser o herói mais popular da editora durante tantas décadas. A redação do VB separou uma lista com cinco arcos marcantes do Aranha, será que você já leu todos?!

 

Resultado de imagem para a noite em que gwen stacy morreu cover

Capa da edição | Foto: Reprodução/ Marvel Comics

A NOITE EM QUE GWEN STACY MORREU

Esse é um arco de 1973, que definitivamente revolucionou a jornada de Peter Parker na Marvel. A equipe criativa responsável pelo acontecido foi Gerry Conway, Gil Kane, John Romita e Tony Montellaro. As duas edições, #121 e #122, apresentam a luta do Homem-Aranha contra o seu maior inimigo, Duende Verde de Harry Osborn. Duende sequestra Gwen, namorada do Aranha, mas durante a batalha ela sofre um trágico acidente e morre. 

É uma das histórias mais aclamadas do herói. Algumas pessoas influentes consideram até como o encerramento da Era de Prata das histórias em quadrinhos. Além de tudo, mostra uma falha de um herói que a princípio não erraria (mesmo sem querer) com sua própria namorada. 

Capa de Web of Spider-Man | Foto: Reprodução/ Marvel Comics

A SAGA DOS CLONES

É uma história confusa, mas dá para entender. Ela começou em 1975, quando o vilão Chacal fez aparecer uma Gwen Stacy viva na vida de Peter, que na verdade era um clone planejado para destruir o herói. Depois de Gwen, Chacal cria um clone do próprio Peter, mas deixa suas memórias nele, o que o torna ainda real e se torna do bem. 

Mas 20 anos depois, nos anos 90, a Marvel ressuscitou os clones para agitar as vendas do personagem. Com esse vai e vem de pessoas, o clone agora chamado Ben Reilly retornou e mais tarde assumiria a identidade do Aranha Escarlate. Dessa forma a Marvel se viu vendendo bem novamente e decidiu estender a história onde mais clones apareciam. 

Capa de edição brasileira | Foto: Reprodução/ Panini Comics

A ÚLTIMA CAÇADA DE KRAVEN 

É um dos maiores arcos que falam da moral e personalidade de um herói. Ninguém poderia imaginar o Homem-Aranha, amigão da vizinhança, em uma história tão sombria e pesada mas a verdade é que deu muito certo. O conceito era o mesmo, o contexto é que mudou. 

Conforme o público das HQs foi crescendo e pedindo naturalmente por arcos mais “adultos” e cheios de dilema para fazer funcionar cabeças pensantes, a Marvel viu a necessidade de ter enredos que pairavam na mesma vibe de Batman: O Cavaleiro das Trevas, por exemplo. Foi aí que depois de muito “não” especialmente da DC, que a dupla J.M. DeMatteis e Mike Zeck levaram à Marvel A Última Caçada de Kraven

Kraven “mata” o Aranha com um tiro, o enterra e toma seu lugar no traje e na vida, mas ele nunca se tornou de fato o Homem-Aranha. Não pelo traje, mas sim por quê o ser-herói não depende só dos poderes e sim de quem está por baixo do uniforme, no caso, Peter é o que faz o Aranha ter aquela essência. 

Resultado de imagem para o garoto que colecionava homem aranha cover

Diálogo entre Peter e Tim | Foto: Reprodução/ Marvel Comics/ Pinterest

O GAROTO QUE COLECIONAVA HOMEM-ARANHA

Da série Todo fã da Marvel deve ler essa história, o arco de Roger Stern, Ron Frenz e Terry Austin de 1984, mexe com o sentimento do leitor. Recheada de admiração e amor assim como os próprios fãs do herói se demonstram até hoje para a editora. 

O pequeno Tim Harrison é muito fã do Aranha, em níveis astronômicos. Coleciona recortes de jornais, uma pasta inteira do Clarim Diário além de artigos colecionáveis e fotos que ele mesmo tirou. Um certo dia ele conhece Peter, que depois de um pouco pestanejar revela sua identidade e pede segredo ao menino. Sem muitas cenas de ação, a grande chave da história é o abraço entre o herói e o seu fã que em poucos dias morreria de leucemia. 

Resultado de imagem para ultimate comics homem aranha miles

Capa de edição | Foto: Reprodução/ Marvel Comics

ULTIMATE COMICS: HOMEM-ARANHA

Atualmente, nem só de Peter Parker se vive as experiências do Homem-Aranha. Miles Morales herdou sem querer e assumiu a identidade de um novo Aranha com novas experiências, dilemas e muitos novos conceitos de representatividade e Moral. 

As publicações de 2011 servem de start para conhecer mais do personagem e sua trajetória até as novas aventuras em período de reconhecimento da nova rotina. 

 

Qual é o seu arco favorito do Homem-Aranha? Deixe aqui nos comentários.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s