• Jon Favreau

O Universo Cinematográfico Marvel como conhecemos hoje começou a ser construído lá em 2008 com ‘Homem de Ferro’, e o grande responsável pelo sucesso do longa, é da direção do Jon Favreau. Apesar do seu grande talento, Robert Downey Jr estava longe de ser a principal escolha do estúdio para viver Tony Stark, mas o motivo dele não ser a principal escolha da Marvel, era o que fazia ele ser perfeito para o personagem. Robert havia passado por inúmeros problemas com drogas, prisões, e manchetes de escândalos em tablóides, e por isso nunca conseguia um papel que o tirasse dessa má fama, mas foi exatamente por esse contexto que para Jon Favreau, Robert era perfeito para interpretar Tony Stark. A combinação de um elenco talentoso, roteiro focado no personagem, e um protagonista tão dedicado ao papel que tenha feito do primeiro filme do MCU, um sucesso.

• Irmãos Russo

.

• Ryan Coogler

O premiado filme do ‘Pantera Negra’ contou com a direção do Ryan Coogler, que certamente foi a melhor escolha a ser feita, Coogler consegue passar uma mensagem política sem perder o lado do entretenimento dos filmes da Marvel. No longa as coisas não são tão preto no branco como nos outros filmes do MCU, onde você consegue identificar quem está certo e quem está errado, quem é bom e quem é ruim. No longa é mostrado um embate não apenas físico entre T’Challa e o seu rival Killmonger, mostra um embate ideológico, em que resta ao público dizer se ações do vilão eram justificáveis ou não. Por mais que Killmonger faça algumas coisas violentas e assustadoras, você concordar com ele de certa forma. E como acima de tudo, Ryan Coogler conseguiu criar um blockbuster com um elenco em sua maioria negra, marcando a história do cinema, e de muitas pessoas também.

• Jon Watts

Depois de muitos anos e uma longa negociação com a Sony, o Homem-Aranha estava de volta. O Homem-Aranha não foi criado para ser um herói sozinho na cidade, ele foi criado para ser um herói incrivelmente diferente. Mais jovem e com outras responsabilidades, em contraste com todo o Universo da Marvel, e com no ‘Homem-Aranha de Volta ao Lar’ o diretor Jon Watts finalmente teve a oportunidade de mostrar isso ao público. Outra grande influência de Watts foram as interações com o grupo de amigos de Peter no colégio, que para ele eram tão importantes como as cenas de ação, porque afinal, é um filme de colegial, sobre um garoto de 15 anos.

Taika Waititi

Desde o início da produção, Taika Waititi sabia que tinha um problema em suas mãos, os dois últimos filmes do Thor haviam sido um fracasso tanto de crítica quanto de bilheteria mas com ‘Thor: Ragnarok’, Taika mudou totalmente o tom dos filmes do deus do trovão, criando quase que um novo Thor, mais bem humorado e com mudanças na estética do personagem, tirando marcas registadas como o martelo Mjolnir, cortando seu cabelo, e mudando suas roupas. O sucesso do longa foi tanto que além de ‘Thor: Ragnarok’ ser a maior bilheteria e sucesso de crítica dos filmes solo do herói, Taika conseguiu que a Marvel desse ao Deus do Trovão um quarto filme para desenvolver ainda mais essa nova versão do filho de Odin.

Anúncios